terça-feira, 24 de setembro de 2019

DIRETOR DE FACULDADE VAI À JUSTIÇA CONTRA PROIBIÇÃO DE ATO ANTI-MORO

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

     O diretor da Faculdade de Direito Universidade Federal Fluminense (UFF), Wilson Madeira Filho, acionou a Justiça para garantir a realização de um ato contra o ministro da Justiça, Sérgio Moro, nas dependências da instituição, informa a colunista Mônica Bergamo, da Folha.
     O evento está previsto para esta segunda-feira (23), às 19 horas, no salão nobre da faculdade.
     Na última semana, a reitoria da UFF enviou, a pedido do Ministério da Educação, um ofício ao diretor da Faculdade de Direito para determinar o cancelamento do ato #Moromente.
     Ao ingressar na Justiça contra a medida, Madeira Filho classificou o ato da reitoria como de “manifesta ilegalidade, abuso de poder e desvio de finalidade”.
    Também assinam o mandado de segurança a Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), organizadora do evento, e com a Associação dos Docentes da Universidade Federal Fluminense (ADUFF).
    Na ação, é citada decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que liberou manifestações nas universidades.
FONTE: BAHIA.BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário