terça-feira, 8 de outubro de 2019

DE OLHO EM 2020, PRATES TENTA CONSTRUIR PONTE COM A ESQUERDA E FALA DE NETO 'ABRE JANELA'

De olho em 2020, Prates tenta construir ponte com a esquerda e fala de Neto 'abre janela'

     De olho na prefeitura de Salvador em 2020, o secretário Leo Prates (DEM) tem tentado construir uma ponte com partidos de esquerda e uma declaração do prefeito ACM Neto (DEM) hoje "abriu a janela" de oportunidade para que o deputado estadual licenciado seja o candidato do grupo por uma sigla esquerdista. 

     Prates já conversou com PCdoB, PSB, mas há chances reais de se filiar ao PDT, partido do ex-ministro Ciro Gomes (saiba mais aqui). Segundo apurou o Bahia Notícias, uma conversa que deve acontecer nos próximos meses entre ACM Neto, Ciro e o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, pode selar a ida do secretário para a sigla.

    Presidente do PDT na Bahia, o deputado federal Félix Mendonça Júnior tem dito que seu partido terá candidato ao Palácio Thomé de Souza e que, se Leo Prates se filiar, pode ser o nome da legenda. Nesta segunda-feira (7), Neto disse que a "tendência" é que seu postulante seja do DEM, mas não descartou a hipótese de apoiar nome de outro partido (reveja aqui). 

    O problema é que a legenda teria que abrir mão de gerir a quarta maior capital do país. Com excessão de Salvador, a única capital comandada pelo DEM é Curitiba. Tal condição aumenta as chances de o vice-prefeito Bruno Reis ser o candidato do grupo, já que ele deixou o MDB e se filiou ao DEM no ano passado. 

    O PDT interessa ao campo de ACM Neto por dois motivos: primeiro para retirar do grupo a imagem de direita, principalmente, após a aproximação com o presidente Jair Bolsonaro e o PSL; e segundo por causa do tempo de televisão que é semelhante ao Democratas. 

    Nos bastidores, o comentário é de que, se a eleição fosse hoje, a composição seria formada por DEM-PDT-PSL-PSDB-MDB-PRB. A coligação pode ter mais agremiações, mas, para o tempo de TV e rádio, só contam as seis maiores bancadas. A ida de Prates também pode abrir espaço para ser o candidato a vice na chapa de Bruno, mas o secretário tem dito que trabalha para ficar na cabeça da composição. 

FONTE: BAHIA NOTÍCIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário