quinta-feira, 24 de outubro de 2019

GANDU – O SAUDOSO VEREADOR JODY VAI TER SEU NOME ETERNIZADO EM IMPORTANTE AVENIDA

A imagem pode conter: 1 pessoa, nuvem, oceano, céu, atividades ao ar livre, água e natureza

    Proposto pelo vereador Adeilton Leal – Bozó [Podemos], foi aprovado por unanimidade na noite desta segunda [21], durante a sessão ordinária da câmara de vereadores, um Projeto de Lei que denomina de “Vereador Jodinalvo Góes e Silva [Jody]”, a principal Avenida do Bairro Pedro Antonio da Rocha Mello [Renovação l].

    Em seu pronunciamento, Bozó fez questão de registrar a luta de Jody, que foi um dos desbravadores daquele Bairro, juntamente com o saudoso Pedro Antonio e seu grupo político. Para o edil, o importante é eternizar em logradores públicos, nomes de pessoas que realmente fizeram parte da história do município, independente de corrente política.

    Com um histórico rico e incontestável, todos os demais vereadores votaram a favor da matéria, que agora segue para a sanção do prefeito Leonardo Cardoso [PP] e em seguida o vereador Bozó, pretende convidar  a família para que seja entregue a placa oficial já com a Avenida denominada, juntamente com a moção de pesar também da sua autoria.

     Confira a seguir na íntegra a justificativa do Projeto de Lei:

- Jodinalvo Góes e Silva, popularmente conhecido por Jody, nascido em Ubaitaba no dia 02 de novembro de 1942, Filho de João Ferreira da Silva e Maria Dinorah Góes e Silva. Jody foi o Filho mais velho do comerciante João Ferreira e da professora Maria Dinorah.
Concluiu o 1º grau na cidade de Ibirataia na Escola Reunidas São José, 1º e 2º ano ginasial no Colégio Pâmphilo de Carvalho em Salvador e o 2º Grau no Colégio Estadual Francisco Conceição Menezes em Santo Antônio de Jesus. Em 1956 fixou residência em Gandu para ajudar seu pai no comércio. Em 1959 começou sua vida empresarial com a administração junto com seu pai, da Loja e Armazém Triunfo que funcionava na Rua Castro Alves e posteriormente do Centro Comercial Triunfo na Praça Brasília. Foi proprietário do Armarinho Triunfo, Loja Triunfo e Karisma Presentes até 1998. Em 16/11/1969, casou-se com Maria da Glória Vasconcelos Souza e Silva e dessa união teve três filhos biológicos (Petter Souza e Silva, Michel Souza e Silva e Janaína Souza e Silva) e um de coração (o sobrinho Ismael Neto), deixando ainda 05 netos.
Em 1972, ano do nascimento do seu filho primogênito, foi o ano que Jody ingressou na política com o desejo de ajudar a população de Gandu, cidade que adotou como sua. Já em 1972 foi eleito vereador pela ARENA, trabalhando arduamente pela população carente, numa época que o cargo de vereador não era remunerado. Em 1976, foi reeleito vereador, também pela ARENA, oportunidade que recebeu incríveis 10% dos votos válidos. Em 1977, foi Presidente da Associação Atlética Ganduense, período em que promoveu festas inesquecíveis, trazendo grandes atrações artísticas, como Nelson Gonçalves. Anos mais tarde também foi Presidente do Clube Social de Gandu. Em 1980, foi novamente reeleito, cumprindo seu 3º mandato na Câmara de Vereadores, período que exerceu o cargo de 1º Secretário da casa. Em 1982, foi candidato a Vice-Prefeito, formando chapa com Adelson Lavigne de Melo pelo PDS. Ainda em 1982 foi nomeado Delegado de Polícia de Gandu. Em 1992, retornou a Câmara Municipal de Vereadores de Gandu pelo PDT, partido que ele ajudou a fundar no município e foi seu presidente nos anos de 1988 a 1998. No esporte Jody se destacou como atleta e dirigente. Como atleta Jody foi considerado um dos melhores goleiros da região na sua época e como dirigente foi Presidente do Gandu Futebol Clube e do Esporte Clube Gandu Juniores, oportunidade que o time conquistou cinco títulos municipais e foi Sócio Fundador da AVF (Associação Vitória Forte), que lutava pelo engrandecimento do Clube. Como bom Rubro-Negro, sempre defendeu com unhas e dentes o Esporte Clube Vitória na Bahia e o Clube de Regatas do Flamengo no Rio de Janeiro. Em 1998 Jody, já aposentado, fixou residência em Salvador (Ba), onde passou a desempenhar, exclusivamente, o melhor de seus papéis, pai e avô zeloso, até 30 de junho de 2019, data do seu falecimento.
Com este histórico de homem honrado que serviu ao nosso município, é que colocamos o Projeto de Lei em epigrafe para apreciação do nobres pares.

Gabinete do vereador, em 13 de setembro de 2019.
Adeilton Leal Santos – Bozó
Vereador

Nenhum comentário:

Postar um comentário