quinta-feira, 14 de novembro de 2019

ACM NETO MINIMIZA INFLUÊNCIA DE LULA EM ELEIÇÃO MUNICIPAL

Foto: Luiz Felipe Fernandez/bahia.ba

   O prefeito ACM Neto (DEM) minimizou a capacidade do ex-presidente Lula (PT) transferir votos para um candidato na eleição do próximo ano em Salvador.
  “Todos sabem que ele [Lula] é meu adversário político. Fez campanha contra mim em 2012, eu ganhei dele. Fez campanha em 2016, eu ganhei dele. Ele estava livre, como está agora. Esteve em Salvador no auge da sua força política, quando estava muito mais forte do que hoje. Mas a população compreendeu que eleição municipal é municipal, na qual tratamos de temas do município”, avaliou o prefeito nesta quarta-feira (13), em entrevista coletiva.
  “Da mesma forma que eu não tenho pretensão nenhuma de achar que vou pegar alguém e elegê-lo obrigatoriamente, mesmo estando bem avaliado e tendo feito um grande trabalho, não acho que ninguém do outro lado vá colocar o seu dedinho e automaticamente eleger ninguém”, acrescentou.
   Sobre a possibilidade de Lula aproveitar a vinda a Salvador para tratar de uma eventual filiação do presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, ao PT, Neto respondeu: “Não sei se existiu ou vai existir [essa conversa]. Vi alguma especulação na imprensa. Não cabe a mim dizer quem vai conversar com quem. A gente vive em uma democracia e todo mundo tem direito de conversar com todo mundo”.
   Ao tratar da saída do presidente Jair Bolsonaro do PSL, o prefeito negou qualquer “conversa concreta” para fusão da legenda com o DEM.
  “Pelo contrário, queremos neste momento manter distância dessa confusão colocada publicamente entre o PSL e o presidente Bolsonaro com o seu grupo”, disse.
   Neto ressaltou ainda que, a nível municipal, Democratas e PSL continuam aliados. Marido da deputada federal Dayane Pimentel, Alberto Pimentel comanda a Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer.
FONTE: BAHIA.BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário