sexta-feira, 22 de novembro de 2019

DILMA AINDA TENTA REVERTER IMPEACHMENT NO STF

Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

    A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) ainda tenta no Supremo Tribunal Federal (STF) a anulação do impeachment que a tirou do cargo, em 2016.
    Nesta sexta-feira (22), a corte deve analisar um novo recurso da petista para que o caso seja novamente examinado.
    Depois de algumas derrotas no tribunal, ela aguarda o julgamento de embargos de declaração, em que pede explicações adicionais sobre decisão anterior e requer novo julgamento.
    Segundo o jornal Folha de São Paulo, embora saiba que a anulação do impeachment não a colocará novamente no cargo de presidente, Dilma julga que ajudaria a “restabelecer a verdade” sobre o que ela vê como “golpe parlamentar justificado por uma retórica manca”.
    O julgamento do recurso está programado para ocorrer no plenário virtual.
    O pleito da ex-presidente é que os ministros revejam a decisão monocrática proferida em dezembro de 2018 pelo ministro Alexandre de Moraes, refutando a nulidade da deposição. Além disso, quer que a análise seja feita em sessão presencial.
    Alexandre de Moraes foi ministro da Justiça de Michel Temer (MDB), principal beneficiado com o impeachment de Dilma, uma vez que era vice-presidente da República e assumiu o comando do Palácio do Planalto.
FONTE: BAHIA.BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário