quarta-feira, 6 de novembro de 2019

VALENÇA: Cerca de 5 toneladas de óleo foram retiradas da praia do Guaibim em Valença



     Cerca de cinco toneladas do óleo que atinge o litoral do Nordeste foram retiradas da praia do Guaibim, em Valença, no baixo sul do estado, neste domingo (3/11), segundo informações divulgadas pela Prefeitura. O secretário do Meio Ambiente de Valença, engenheiro Ivan Pita, informou que o mutirão de limpeza contou com o trabalho de voluntários e moradores, além do apoio da Secretaria Municipal de Turismo e do Departamento de Trânsito, através do secretário interino de Turismo, Paulo Martins, e do diretor Rafaelton Magalhães, respectivamente, e o vereador Mateus Passos. O prefeito de Valença, Ricardo Moura, acompanhou os trabalhos de perto. “Infelizmente essas manchas de óleo chegaram em nossa praia e isso é terrivel. Temos uma Área de Proteção Ambiental (APA) e o nosso turismo, que começa a aquecer a partir de agora. Colocamos duas viaturas da secretaria do Meio Ambiente, caminhonetes traçadas com equipamentos, luvas, botas, máscara, chapéus, carrinhos de mão, e estamos atuando para fazer esse resgate e destinar esse óleo”, lamentou.

    O gestor disse ainda que desde os primeiros surgimentos de pelotas, mesmo em pouca quantidade, a Prefeitura acionou o governo do estado. “Nós oficializamos o governo, que vai nos ajudar com equipamentos e mão de obra. Ficamos triste porque na Costa dessa região, só no Guaibim que não tinha chegado, mas dessa vez chegou forte e precisamos resgatar esse oléo”, afirmou o prefeito Ricardo Moura. 

     A Prefeitura de Valença está aguardando orientação da União sobre o destino final do óleo recolhido na praia. “No momento estamos armazenando em uma galpão de reciclagens da Prefeitura, enquanto aguardamos orientação dos órgãos ambientais da União sobre o destino final para os resíduos”, ressaltou o secretário, Ivan Pita.

    Desde o início de outubro, quando praias de municípios próximos foram contaminadas, a SEMMA realizou uma força-tarefa para impedir que o petróleo chegasse as praias da região de Valença.

     Entre os locais onde foram realizados trabalhos de limpeza estão as praias de Pinheiros e Taquari. Elas já haviam sido limpas anteriormente e não tinham registro de aparecimento da substância desde outubro com maior intensidade.

   Na última sexta-feira (1°/11), quando as manchas apareceram, foram retirados 100 quilos do resíduo. 

FONTE: ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário