quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

VIRADOURO É CAMPEÃ DO CARNAVAL NO RIO COM HOMENAGEM ÀS GANHADEIRAS DE ITAPUÃ


    A Viradouro foi campeã do Carnaval do Rio de Janeiro nesta quarta-feira (26). A escola teve um enredo "Viradouro de alma lavada", que homenageou as Ganhadeiras de Itapuã, descendentes de mulheres que lavavam roupa na Lagoa do Abaeté e faziam outros serviços na capital baiana para comprar a alforria.
    Este é o segundo título da escola. A escola de Niterói foi campeã do Grupo Especial do Rio em 1997. No ano passado, foi vice-campeã com um enredo sobre histórias encantadas.
    Em segundo lugar, com mesmo número de pontos, ficou a Grande RIo, que teve uma homenagem ao pai de santo baiano Joãozinho da Gomeia,  A Grande Rio liderou a maior parte da apuração, mas perdeu trés décimos no penúltimo quesito, evolução, quando foi alcançada. A Viradouro acabou com os mesmos 269,6 pontos da vice, mas venceu no critério de desempate - que acabou sendo justamente a evolução, já que na harmonia, que é o primeiro ponto olhado para desempatar, as escolas ficaram iguais. 
    O samba da Viradouro teve influência do afoxé. E o desfile contou com participação da cantora Margareth Menezes, que saiu como destaque do carro que lembrou as cirandas de roda à beira do mar aberto. A baiana Lore Improta também participou do desfile, como a Rainha do Carnaval de Itapuã.
    O desfile começou com uma referência à Lagoa do Abaeté. A atleta do nado sincronizado Anna Giulia apareceu vestida de sereia dentro de um aquário com 7 mil litros de água mineral. "Sem palavras. Foi muito bom. Me diverti a cada momento", garantiu Anna.
    A rainha de bateria Raissa Machado vestiu uma fantasia em homenagem à rainha dos Malês, Luiza Mahin, uma das lideranças do movimento que aconteceu em Salvador. 
FONTE: CORREIO24HORAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário