quarta-feira, 25 de março de 2020

MORADORES DE GANDU PREJUDICADOS POR FALTA DE ÁGUA TENTAM INVADIR O CENTRO DE ABASTECIMENTO DA EMBASA


    Moradores da cidade de Gandu, por volta de 17h30 da tarde desta terça-feira (24), se reuniram para protestar e se dirigiram até centro de abastecimento de água da Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A (Embasa), no bairro Teotonio Calheira. Eles tentaram invadir o local e ameaçaram quebrar tudo por estarem sem água em casa há vários dias.
    No momento da manifestação, o funcionário acionou a policia militar que ao chegar no local impediu a ação dos moradores de quebrar algo.
    Ontem, uma ação judicial impetrado pelo advogado Carlos Conrado de Souza Nunes foi movida contra a Embasa por não fornecer água continuamente e assim prejudicar os moradores de ganduenses. Na ação judicial, a empresa terá que restabelecer o fornecimento de água em 48 horas. Aí contrário pagará multa de R$ 1.000,00 (um mil reais).
O que diz a Embasa
    Segundo a Embasa, em decorrência da falta de energia elétrica após queda de árvore danificar a rede de fiação da Coelba o principal centro de abastecimento que fica no povoado Palmeira teve falta de energia. Ainda segundo a Embasa, está trabalhando para solucionar o problema.
    A Embasa ainda pede para economizar nesse período de isolamento social por causa do coronavírus.
FONTE: REPORTERBAHIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário