segunda-feira, 27 de abril de 2020

MINISTRO DA SECRETARIA-GERAL DA PRESIDÊNCIA DEVE SUBSTITUIR MORO

(Brasília - DF, 21/06/2019) Palavras do Jorge Antônio de Oliveira Francisco. Foto: Marcos Corrêa/PR

    O ministro Jorge Oliveira, chefe da Secretaria-Geral da Presidência, deve ser anunciado substituto de Sergio Moro no Ministério da Justiça. Informações da TV Globo indicam que, apesar da resistência, Oliveira aceitou o cargo e até se reuniu com Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada. O nome agrada toda a família.
    O pai de Oliveira já trabalhou com Jair Bolsonaro na época em que era deputado. E o próprio titular da Secretaria-Geral já foi chefe de gabinete de Eduardo Bolsonaro (PSL).
    Já foi escolhido também o novo diretor-geral da Polícia Federal. Alexandre Ramagen, atual diretor da Agência Nacional de Inteligência (Abin), vai assumir o cargo antes ocupado por Maurício Valeixo. A chefia da corporação foi o motivo que levou à saída de Sergio Moro do governo. O ex-juiz federal revelou que Bolsonaro quer interferir na PF por motivos políticos.
    Ramagem também é conhecido da família. O novo diretor-geral da PF já passou o Réveillon com Carlos Bolsonaro e amigos, na virada de ano de 2018 para 2019. Além disso, Ramagem trabalhou como segurança de Bolsonaro na campanha presidencial.
     O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) prometeu entrar com ação na Justiça para impedir que Ramagem assuma o cargo, caso seja nomeado. O motivo é a relação de proximidade com a família do presidente da República.
FONTE: BAHIA.BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário