sexta-feira, 12 de junho de 2020

BAHIA TOTALIZA 1.013 MORTES E QUASE 34 MIL CASOS CONFIRMADOS

Foto: Fotos Públicas

     Com um total de 1.013 óbitos em decorrência do novo coronavírus, a Bahia registra 33.891 casos confirmados da doença, o que representa 19,08% do total de notificações no estado, de acordo com o último boletim divulgado nesta quinta-feira (11), pela Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab). Em 24 horas foram contabilizadas 38 mortes e 1.206 casos novos.
    O boletim epidemiológico contabiliza ainda 14.610 pessoas recuperadas, 18.268 indivíduos monitorados pela vigilância epidemiológica com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos, além de 4.845 profissionais da saúde testaram positivo para Covid-19. .
    Ainda segundo a Sesab, os casos confirmados ocorreram em 347 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (55,85%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Itajuípe (9.077,16), Ipiaú (8.785,12), Uruçuca (7.797,65), São José da Vitória (7.247,66) e Salvador (6.512,44).
    O boletim contabiliza ainda 49.615 casos descartados e 94.080 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta.
Taxa de ocupação
    Na Bahia, dos 1.998 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.188 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 59%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 847 leitos exclusivos para o coronavírus, 623 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 74%.
    Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.
FONTE: BAHIA.BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário