sexta-feira, 17 de julho de 2020

COM REFORMA TRIBUTÁRIA NO RADAR, GUEDES E MAIA SINALIZAM REAPROXIMAÇÃO

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

    Tendo no radar o retorno dos debates sobre a reforma tributária, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ensaiam uma reaproximação. O representante do executivo e o líder do parlamentaram almoçaram juntos na quarta-feira (15), na residência do ministro das Comunicações, Fábio Faria.
    Segundo o ministro, a crise entre os poderes, que se instalou com a chegada da pandemia, dificultou o diálogo, mas agora inicia-se um novo momento. “Estávamos acertados antes do coronavírus: o pacto federativo no Senado, a reforma administrativa na Câmara e a reforma tributária na comissão mista”, afirmou o ministro à CNN Brasil. O distanciamento entre Guedes e Maia começou na tramitação da proposta que criou o auxílio emergencial de R$ 600.
    No encontro, foi apresentada a Rodrigo Maia a intenção de deixar para um segundo momento a criação de um imposto sobre transações eletrônicas, nos moldes da antiga e combatida CPMF. A equipe de Paulo Guedes estuda vincular o tributo novo ao Renda Brasil – que substituiria o Bolsa-Família – e à desoneração previdenciaária da folha de pagamentos.
    No parlamento, durante sessão da comissão especial sobre a reforma tributária nesta quinta, Rodrigo Maia defendeu a união de esforços do governo, Câmara e Senado em torno de um texto único. “Não queremos aprovar uma reforma da Câmara, queremos aprovar a reforma do Congresso junto com o governo federal, espero que o presidente Bolsonaro encaminhe a proposta do governo”, comentou.“Tomara que o Senado venha conosco.”
FONTE: BAHIA.BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário