segunda-feira, 6 de julho de 2020

COMITÊ CIENTÍFICO CONSIDERA URGENTE IMPLEMENTAÇÃO DE BRIGADAS EMERGENCIAIS DE SAÚDE

Comitê Científico considera urgente implementação de Brigadas Emergenciais de Saúde

    A partir da análise de dados da pandemia no Nordeste, o Comitê Científico do Consórcio da região considera o imediato estabelecimento das Brigadas Emergenciais de Saúde em todos os estados do Nordeste como uma das ações mais fundamentais e decisivas que devem ser tomadas para o combate da pandemia de coronavírus.

    A orientação consta no boletim divulgado pelo grupo nesta sexta-feira (3), e que traz uma série de constatações e sugestões para a região enfrentar a crise sanitária.

    As Brigadas são um grupo composto por profissionais de saúde, estudantes de graduação, médicos brasileiros formados no exterior e voluntários que atuam na promoção, prevenção e assistência à saúde da população afetada pela pandemia. O objetivo é assegurar a efetiva resposta à situação de emergência em saúde pública declarada.

   "Este Comitê urge os gestores de todosos municípios e estados a implementar de forma imediata seus programas de brigadas emergenciais de saúde sob pena de perder-se a oportunidade de quebrar a transmissão do coronavírus nos locais onde ele nos ataca e cria uma explosão exponencial de casos e mortes: nos bairros e vizinhanças de todas as cidades do Nordeste", diz trecho do documento.

    O boletim destaca o fato de que os casos já estão espalhados por todo interior da região. 

    Para justificar a implementação das Brigadas, os especialistas explicam que a proposta obteve resultados positivos no Piauí, onde o programa Busca Ativa, criado por decreto do governo do estado, já se espalhou por 160 municípios. Ao todo, o programa Busca Ativa, que é como as brigadas piauienses foram chamadas, permitiu que um total de 15.920 testes e equipamentos de proteção pessoal, incluindo máscaras N95, fossem disponibilizados para equipes de todo estado. Através da medida, 1.885 testes já foram realizados e que constataram 370 novos casos positivos do coronavírus no estado.


    O documento destaca que brigadas foram criadas de forma espontânea no sul da Bahia.

FONTE: BAHIANOTÍCIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário