quinta-feira, 20 de agosto de 2020

CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO SOBE 11,5% EM AGOSTO

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

    Após sinais de recuperação em julho, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) subiu 11,5% em agosto. Mas os 78,2 pontos deste mês são insuficinete para a saída da zona de avaliação pessimista (abaixo dos 100 pontos). A alta mensal foi a maior registrada pela pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), iniciada em 2011.

    Por outro lado, no comparativo anual, houve queda de 32%. Para a CNC, os resultados refletem uma retoamda gradual, afetada pela redução forte em quase todos os segmentos do varejo.Os três subíndices do Icec apresentaram alta em agosto, com destaque para o que avalia as expectativas para o curto prazo. O indicador registrou aumento de 17,8% – em relação a julho.

    “Os indicadores de atividade dos principais setores da economia têm mostrado que o ‘fundo do poço’ dessa crise ficou mesmo em abril. Além disso, apesar das restrições que a Covid-19 ainda impõe para as vendas físicas, o varejo tem viabilizado parte do faturamento pelo comércio eletrônico e outros canais digitais”, afirma ou o presidente da CNC, José Roberto Tadros.

FONTE: BAHIA.BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário