terça-feira, 4 de agosto de 2020

“NÃO HÁ ESSA PERSPECTIVA”, DIZ RUI COSTA SOBRE RETOMADA DA 2ª FASE NA PRÓXIMA SEMANA


    O governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou durante entrevista na manhã desta segunda-feira (3) que, no horizonte, não há perspectivas de retomada da reabertura de bares e restaurantes na próxima semana. O mandatário analisa o índice de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) que, inclusive, registrou alta no último domingo (2).

   “O processo de abertura deve ter relação com os leitos de UTI’s disponíveis. Nós pactuamos que nesse patamar, acima de 70%, o comércio seria aberto em geral [mas] com algumas restrições a aqueles que exigem um contato mais próximo, especialmente bares e restaurantes. Se tiver 5 dias seguidos abaixo de 70% [na ocupação de leitos de UTI] mostra uma estabilidade do retrocesso da doença”, afirma.

    Continua gestor: “Os números não enstão apresentando que nessa semana nós teremos cinco dias seguidos abaixo de 70%. O horizonte não está mostrando isso, espero que eu esteja errado. Todos nós queremos a redução, mas como a gente acompanha esse gráfico há muito tempo, não há nada que sinalize uma queda bruta nos próximos dias. Eu acho que não vai acontecer 5 dias seguidos abaixo dos 70%”, completa governador.

    Ao ser questionado sobre a declaração do prefeito ACM Neto sobre não ser necessário os cinco dias consecutivos abaixo de 70% na ocupação de leitos para que a segunda fase fosse ativada, Rui diz que desconhece esta afirmação.

   “Meu entendimento é de cinco dias consecutivos que molda uma estabilidade nos números porque mostra que o número é estável, senão a gente contaria dias alternados e ficaria um processo de abre e fecha. Por enquanto o gráfico não demonstra essa queda tão acelerada”.

    O governador ainda ressalta que o pico de 68% na ocupação de leitos, na última sexta-feira (31) foi devido a oferta de novos leitos e não pelo retrocesso do novo coronavírus. Segundo Rui, apesar da média estadual estar abaixo de 70%, ainda há uma oscilação nos números gerando pontos críticos com acupação acima de 100% em algumas regiões da Bahia.

FONTE: VARELANOTÍCIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário